Taiana Coelho: As vezes é o barulho da chuva E a mente...

As vezes é o barulho da chuva E a mente inquieta As vezes é a água turva E o vento entrando pela alma aberta As vezes é o passado que assombra Ou o futuro que a... Frase de Taiana Coelho.

As vezes é o barulho da chuva
E a mente inquieta
As vezes é a água turva
E o vento entrando pela alma aberta
As vezes é o passado que assombra
Ou o futuro que assusta
É a caneta que escreve
É a mão que ilustra
É o ruído da vida.
As vezes é só o silêncio
Da cabeça cheia
E da casa vazia
É o pensamento que conturba
E tudo que perturba
Sem querer se torna poesia

1 compartilhamento
Inserida por taiana_coelho