RICARDO V. BARRADAS: Sobrevivente por mais um dia de moderada...

Sobrevivente por mais um dia de moderada alegria e sem ilusão, é a proclamação mais forte de uma existência persistente de seu jeito de viver. Quem tudo ama quem tudo sente homeopaticamente por fraqueza emocional na normal possibilidade de um dia, de perder las. A criança esperta que já se defende, vai dormir no melhor da festa, não por soninho mas por que precisa guardar momentos bem alegres para as próximas horas de tristezas. Adoro crianças, mas jamais teria uma. Afinal já morri e nasci tantas vezes, mil e mil vezes. Não teria a minima coragem de hereditar, fazer herdar a um ser com parte de minha alma tosca e sombria e não ter a total certeza que ele teria a minha mesma força e insanidade para recomeçar e reconstruir tudo de novo todas e tantas vezes. Não suportaria ver um fim, deste indefeso ser antes de mim, E eu vou me escondendo, incompreensivelmente dentro de mim, nos quatro cantos do espirito pois toda vez que estou diante do que muito amo e diante do que muito me alegro, me afasto e congelo pois não tenho a minima maturidade e força emocional interior para administrar com clareza a fatal possibilidade de uma hora para outra, perde las. Não somos egoístas seres de fartas insensibilidades, pelo contrario quem vive isto sabe bem, que para certos sensíveis doloridos os fortes sentimentos inegociáveis são como o mais forte entorpecente, levam da euforia aos abismos sombrios da existência,

1 compartilhamento
Inserida por RicardoBarradas