Matheus N. (Nassi): Precisamos falar sobre ele... Pobre do...

Precisamos falar sobre ele...
Pobre do menino que cheio de incertezas se afogava em seu próprio desespero e confusão. Amigos? Não tenho! Família? Nunca me quis! No fim... Só... Ele gritava na solidão. Ele gritava, porém ninguém parecia ouvir porque aquele menino não era lembrado por ninguém. Sofreu só, e chorou até que suas forças se esgotaram e aí ele dormiu depois de tanto se derramar de sentimentos vazios. No outro dia aquele menino, que não era mais um pobre menino, acordou, e ao abrir a janela de casa percebeu que a vida parecia fazer sentido, ele notou que toda a dor tinha sumido e aprendeu que liberar todo aqueles sentimentos confusos de dentro de si, o fez mais forte. Quando se olhou no espelho naquela manhã ele percebeu que ele nunca tinha sido esquecido, ele estava com a boca tapada com uma camada espessa de orgulho, tamanha foi sua surpresa ao perceber que na verdade, todos sentiam sua falta e que ele apenas nunca tinha pedido socorro. Aquele, antes pobre, menino naquela manhã pode entender que na vida, o orgulho nos impede de atingir o auto perdão e ainda mais importante que isso, ele pode entender que nós não nascemos prateleiras pra ir agrupando problemas pra sempre, até o maior dos cofres uma hora se enche por completo. Derrame-se

1 compartilhamento
Inserida por exnassi