Semeadores de Sentimentos: Quem ama ao feio, bonito lhe parece. Um...

Quem ama ao feio, bonito lhe parece. Um ditado popular tão antigo e válido quando tratamos de amor.
Pelo simples motivo do amor ser tão sensível que não pode ser visto com olhos vazios desse sentimento.
Emoção mais antiga do mundo, alimento da felicidade, sonho de todo ser que respira. É o tesouro que deixamos de geração em geração, só não tão inseguro quanto a paixão, mas amigo fiel dela, o amor nos deixa até doentes e só ele nos cura da dor.
Erroneamente acreditamos que é perfeito amar e que o plano é exato e atinge esse objetivo estrategicamente. Mas não é tão simples como ligar um botão de ativação.
Precisamos passar por desafios tortuosos e é aí que caímos nas ciladas do destino, mas ele não assassina nossas lembranças e continuamos amando o pior dos amores, o impossível.
De alguma maneira, essa emoção nos alimenta a criação de algo bom. A coragem de lutar, a vontade de alcançar o objetivo e também a linda história de amor, igual aos contos de fadas, essa é a mais inspiradora de todas, faz qualquer cético se apaixonar.
O mais significante nessa emoção é ser impulsionada por mais de uma pessoa. Uma depende da outra, do contrário, ninguém conhecerá esse sentimento.
Não, você não ama uma conversa ou uma paquera, não ama frases feitas ou o papo furado. Você não ama ser a distração de ninguém ou a segunda opção.
Você ama alguém que ainda existe nos seus sonhos cultivados desde a infância, aquele príncipe encantado que se tornou de carne e osso, quando te apresentou o amor mais lindo que você nunca mais conheceu igual.
Aquele amor que te faz ignorar não os defeitos, mas os seus próprios preconceitos e você ama o fato do caráter de alguém ser maior do que os problemas.
Você ama sempre ao lembrar de alguém com carinho, não importa a travessura do destino, sua história de amor será eternamente inesquecível.

1 compartilhamento