Semeadores de Sentimentos: Pensamentos soltos a cerca de...

Pensamentos soltos a cerca de observações que inspiram, trazem-me essa manhã a necessidade de conversar sobre as "consequências".
Noutro dia, um sacerdote explicou que muitos jovens frequentam a igreja com outro propósito que não é o de agradar a Deus.
Assim que concluído o objetivo, mudam de comportamento e desistem da missão inicial, na maioria das vezes mudam até de fé.
Quase sempre essa nova fé tem a ver com conquistas materiais e sociais. A começar por amizades em maior quantidade e de qualidade meramente ilustrativa no facebook, dão até denominações, identificando que o grupo de amigos de aparência pertencem a tal casa.
A pergunta que não quer calar é por qual motivo alguém que se apresenta servo semelhante a Deus é indiferente e intolerante com os outros?
Mas, quando adoece ou tem problemas que precisa dos outros para resolver, é nessa hora que o sistema de pertencer a uma rede de amigos de aparência não é o suficiente.
Não adianta ficar irado contra Deus e dar um tempo no relacionamento com ele só por causa dessas situações, porém não adianta também lembrar de Deus apenas nesses momentos difíceis. São dois pesos e duas medidas.
Não, não estou julgando, isso não cabe a mim e nem a ninguém. Só cabe a Deus!
Não estou falando da sua vida e sim da minha ou de quem achar que isso aqui parece com a sua própria história.
Mas, voltando ao assunto, quando me ensinaram que não posso associar Deus com o alpinismo social, eu só pensava nesses exemplos e me esquecia de outros tão comuns.
O sacerdote dizia que, se você frequenta um grupo religioso buscando relacionamentos amorosos, pode passar a vida toda esperando, o que não acontecerá.
Ele falava das consequências, dos corações que Deus já conhecia e agraciava, mas por méritos e não por ambições.
Por isso, alguns relacionamentos com Deus não duram muito. E não, não estou falando de ninguém, volto a retificar.
Estou sim compartilhando o que também recebi. Pode ser útil não só para para mim, mas posso estar ajudando alguém.
♡Você realmente está servindo a vontade de Deus ou somente a sua vontade momentânea?
♡Você deve ser indiferente ao outro, quando sempre pode contar com ele, sendo assim ingrato e dizer que segue a Deus?
♡Você precisa mesmo fazer com que Deus te dê conquistas, usando seu nome ou sabe que ele conhece seu coração e vai o esperar transformar a situação através de você?

1 compartilhamento