Paula Monteiro: SONETO PARA MINHA MÃE Tu és Toda a...

SONETO PARA MINHA MÃE

Tu és
Toda a primavera em sentinela
Profecia de amor por Deus prescrita
Borboleta que eterniza paz in minha janela
Andorinha que entoa a canção mais bonita.

Tu és
O vento com gostinho manso de brisa
O sol mais lindo e puro que minh'alma aquece
A chuva lavando minha dor por onde pisa
A luz perene que in melodia me amanhece.

Tu és
O lado mais doce que brota em mim
A orquídea azul mais linda do meu jardim
A prece de candura que preciso in romaria.

Tu és
A poesia que me perfuma in ternura
A voz mansa que preciso com candura
Todos os sorrisos de alegria que me alumia na calmaria .

1 compartilhamento
Inserida por Paulamonteiro