Felipe Coelho: Arrebol pinta o torso do céu, uma boa...

Arrebol pinta o torso do céu, uma boa noite estar por vir;
Hora do crepúsculo.

Nuvens em neves contida em um só espaço,
como em rebanho, ovelhas pálidas.

A lua crescente à vista mansa
E tuas crinas soltas e bambas, valsando vão.

Fito teu lábio de cidreira doçura
Do coqueiral quê é teu corpo e com o vento samba.

E os cocos flamejam e tombam; quê é hora do teu firmamento, firmando um amor polido e,
tudo que é verdadeiro.

Como orvalho que cheira mato
Como nuvens sem choros carregados
Como aves que batem ás asas sem destino

1 compartilhamento
Inserida por FelipeCoelho94