Mário Lúcio Borges: Egoísmo Egoísmo, víbora malévola que...

Egoísmo

Egoísmo, víbora malévola que sufoca os corações.
Desvia a felicidade com os laços da maldade.
Destrói os sonhos antes que ele nasçam.
Faz da terra o palco do Diabo onde a morte ronda as trevas da miséria.
O egoísmo, quando faz do coração um ninho.
Choca os seus ovos com o calor da ganância.
E envia seus filhotes para dilacerarem a vida.
Onde eles passam, deixam a fome, a doença, os crimes e as guerras.
Essas víboras fazem seus impérios, com o veneno da violência.
Um reino de escravidão!

1 compartilhamento
Inserida por mario_lucio_borges