J. Eliseu: Ah mas já sinto falta do teu cheiro,...

Ah mas já sinto falta do teu cheiro,
Meu belo e estreito, com aquele recheio
De abacate, e o gosto e a dança
E a poesia, que me alcança em cada beco
Estreito como ti chile!
Em forma de chave, que encaixa direitinho
Que abre meu pensante, meu coração, com carinho

Ah chile! mas já sinto falta do teu sabor,
O clássico frio, os ovos pela manhã
Aquela que yo me encontro procurando calor.
Gracias, gracias
Teu vento me renovou
Em noite aloucada e tarde sã.
Teu vento me encontrou.

Chile, sinto falta do sabor da maçã.

Ah chile! onde está a eterna brisa de valpo?
E onde está aquela agitação no centro de santiago?
Onde estão todas as faces latinas que me rodeiam
E gritam, e gritam mais
O grito do povo, enquanto torno e
Enquanto estou indo
O grito do povo latino!

Viva chile! e tuas cores de céu estrelado e sangue
E de branco inerte, puro e libertador
Com graça de recomeço,
Gracias por su beso!
Y su abrazo

Quero dançar em tua noite exasperada
Cheia de cores e vistas apaixonadas

1 compartilhamento
Inserida por jpeliseu