Ana Luiza Café: Justo ela? Sempre ouvi muitos elogios,...

Justo ela?

Sempre ouvi muitos elogios, sempre tive tudo:
Favores, garotas, amigos.
Quando me perguntava porquê, respondiam:
“Ora, mas não é obvio, menino? Você é bonito!”
E assim segui a vida, sem precisar me esforçar pra ter o que queria
Um dia mudei de escola, você sabe, vestibular. Mas, não há nada com o que me preocupar, certo?
E então eu a vi.
Aquele sorriso de orelha à orelha, aquele cabelo preso de forma tão...
Despojada.
Ah, aquele rosto de boneca...
Mas não, não foi isso que me chamou atenção. Garota bonita a gente acha em todo salão.
Era a sua simplicidade, talvez? Quem sabe... aquelas piadas horríveis que ela conta nas horas mais inoportunas? Ou a sua risada contagiante, alta, de gente feliz? Poderia ser. O jeito que ela escolhe seus amigos, pela beleza interior?
Quando alguém soube, logo falou:
“Ih, rapaz, justo ela? Ah, essa vive no mundo da Lua!”
Já seus amigos diziam:
“É meio difícil, ela só gosta de gente que tem o que oferecer...”
“Dinheiro?” – perguntei
“Que dinheiro o que?” – responderam rindo
“Ela gosta é de livros, flores, café. De gente que... você sabe, entende que as melhores coisas são as mais simples. De gente que dê vontade de conversar dia e noite. Gente que faça rir”
É, eu não consegui... Mas, sabe o pior?
É que, depois dela, as outras se tornaram tão iguais...

2 compartilhamentos
Inserida por ALBMC