JosiellyRarunny: Homenagem em forma de poesia ao...

Homenagem em forma de poesia ao Jornalista Cinematográfico Goiano, Ari Júnior.

O Mestre do jornalismo cinematográfico chega ao céu.

Deixou registrado imagens incríveis pra gente lembrar.

O que Papai do céu fez , ele deu um jeito de registrar.

Mostrou ao mundo cenas de ângulos que ninguém via, que ninguém podia imaginar.

Trouxe em cada imagem a alegria natural das coisas em forma de profissionalismo.

Ari Junior.

O Ari que foi amigo e colega de profissão.

O Ari que foi filho, pai e irmão .

O Ari ídolo, representante de uma nação.

O Ari que merecidamente alcançou conquistas proporcionadas pelo trabalho.

Trabalhou ao lado de grandes nomes do esporte e da informação .

O Ari era aquele sorriso que amenizava a dificuldade da profissão .

Ari motivação. Ari dedicação .

Pra colega de trabalho, aquele "Você consegue" antes de enfrentar mais uma missão

Pra esposa, o marido carinhoso e prestativo.

Pra filha, o amor da vida.

Pro filho, referência.

Referência para todos nós.

Referência é o que ele vai ser para todo sempre.

Referência que hoje é saudade.

Referência que é gratidão .

O Mestre do jornalismo cinematográfico chega ao céu.

Privilegiado. Hoje vê de perto a imagem de Deus, autor de tudo que ele registrou.

Deixou saudades.

Porque como diz a canção de Nelsinho Corrêa: " Só se tem saudades do que é bom".

Foi bom porque foi feito com amor.

E amor é dom que o Papai do céu dá.

Vai fazer muita falta aqui.

Ao mesmo tempo que vai distribuir muito amor lá.

Ninguém imaginou assim, mas a palavra final, infelizmente, o Papai do céu também dá.

Com respeito e muito pesar, Josielly Rarunny.

1 compartilhamento
Inserida por JosiellyRarunny