Cláudia Dornelles: "Quero muito... Quero muito ser...

"Quero muito... Quero muito ser honesta comigo mesma até a última gota.
Quero muito ver mais as qualidades que os defeitos de quem me cerca.
Quero muito entender que, para tudo, há seu tempo. Mas, quero entender e não, aceitar simplesmente.
Quero muito ser mais amiga dos meus amigos, surpreendendo positiva e construtivamente.
Quero muito entender que há pessoas interesseiras e pessoas interessantes, e entender exatamente a diferença, precocemente, antes de que me firam.
Quero muito ter fé para fazer preces e agradecer antes de pedir. Sempre entendendo que a ordem dos pensamentos constrói ou destrói uma prece lúcida e leal.
Quero muito me aproximar da justiça, já que a injustiça é irmã da ingratidão.
Quero muito fazer amigos e respeitar meus não-amigos, sem que os veja como inimigos e algozes da minha vida. O poder da inimizade é muito grande para ser dado a qualquer pessoa.
Quero muito responder à altura os desafios da vida e das pessoas que, conscientemente ou não, se esforçam para torná-la mais complexa que o suficiente, muitas vezes me tornando mais dura do que, naturalmente, sou.
Quero muito aprender a desconectar quando isso for essencial para retomar à minha essência.
Quero muito entender que meu corpo é meu templo e meu cérebro é merecedor de descanso.
Quero muito...
Definição de mau caráter: gente que tem aridez em demasia e não transborda, e isso é grave porque até cactos florescem."

1 compartilhamento
Inserida por nizjoyce