Ariane Camillo: Observando os bares... observando a...

Observando os bares... observando a noite

Hoje quando sentamos na mesa de um bar e apenas ficamos por alguns minutos observando, é possível visualizar a quantidade de pessoas que fazem de um tudo para chamar a atenção, talvez seja apenas um grito de socorro por uma carência que não termina. Meninas lindas, mas que insistem em passar frio com suas mini-saia para que em algum momento, um rapaz seja atraído por suas pernas e a chame para um papo, ou talvez para uma noite. Entrar só, atiram seus olhares e rebolados para qualquer olhar que fique em sua direção, tantas vezes, ainda assim saem só. É quase uma guerra em troca de olhares, onde não mais está valendo os seus valores e princípios, mas sim a quantidade de pessoas em seus WhatsApp, tinders, e redes sociais. E ainda ouço tanta gente dizer por aí que não é valorizada por ciclano e beltrano, vamos combinar né, se nem você mesmo sabe o valor que tem, como o outro vai poder ver isso, como vai reconhecer. Nada contra a mini saia viu? Eu mesma adoro, mas a usem porque querem, porque se sentem bem, sejam livres para sair de casa de jeans e camiseta, ou de vestido curtinho quando tiverem vontade, cuide do seu corpo porque é ele que carrega sua alma e te leva a conhecer tantos lugares, mas cuide da sua alma também... Cuida da sua aparência, nosso interior e exterior estão conectados.... Mas não use nada disso em forma de pedir em súplica, um olhar, um desejo, de qualquer um que seja. Carência a gente cura de dentro pra fora, não deposite isso como bagagem do outro.

1 compartilhamento
Inserida por ArianeCamillo