Márcia Kraemer: VENTO Oh, vento dá vida que agita a...

VENTO
Oh, vento dá vida que agita a floresta,
Com o sopro suave do teu movimento
Leva as nuvens para passear
Ergue da terra o pó
Faz-me companhia
Nesta tarde vazia
Em que me sinto só
Traz dos arvoredos um novo perfume
Espalha no chão as sementes
Movimenta as águas paradas
Sopra no ar a vida
Varre a minha solidão
Refrigera meu coração
Desperta minha alma adormecida.
Oh, vento da vida que corre faceiro,
Pelos cantos do mundo segues teu destino
No azul do céu infinito desenha o firmamento
Minhas lágrimas vêm secar
Traz-me a esperança
Faz-me de novo criança
Para que eu volte a sonhar.

1 compartilhamento
Inserida por Poetisamar