Nanda Ribeiro: Olá moço, preciso tanto lhe confessar...

Olá moço, preciso tanto lhe confessar uma coisa. Isso tem me assustado tanto quanto a você. Não sei explicar direito o que realmente aconteceu, mas eu sei que aconteceu, e eu não tive como controlar.
Perco-me, mas me encontro em você.
É tão confuso, eu sei.
Preciso que saibas também que sou um pouco mais atrapalhada do que pareço ser, mas to disposta a me equilibrar bem para que você venha e permaneça em minha vida.
Para sempre.
Quero mergulhar nesse romance.
Quero lhe dizer que eu fico, se você ficar e tentar.
Quero lhe pedir para segurar-me em teus braços, em teus abraços, com força, e que não me deixe ir embora.
Eu quero lhe pedir para que confie e acredite, assim como eu também acredito nesse nosso conto, por mais maluco e complicado que ele pareça ser, por mais que faltem explicações pra todas essas confissões.
Eu quero que você saiba que eu aceito te esperar. Contando que você não me esqueça, um minuto se quer.
Talvez essa seja mesmo a nossa chance, a chance de uma nova história escrita por Deus.
Então, não jogue ela fora, não nos deixe de escanteio.
Eu gosto tanto de você. Ponto. Agora é a sua vez.

1 compartilhamento
Inserida por nandaribeiro90