JR Ward: "Amor, ele percebeu, era como os...

"Amor, ele percebeu, era como os punhais que ele fez em sua forja: Quando você concluia um, ele era brilhante e novo e a lâmina reluzia na luz. Segurando-o contra a palma da mão, você estava cheio de otimismo para como ele seria no campo, e você mal podia esperar para experimentá-lo. Exceto naqueles primeiros pares de noites, era geralmente estranho como você se acostumava a ele e ele se acostumava a você.

Ao longo do tempo, o aço perdeu o seu brilho novo, e o cabo ficou manchado, e talvez você tenha perdido a droga da coisa um par de vezes. O que você teve em troca, no entanto, salvou sua vida: Uma vez que vocês dois estavam bem familiarizados, ele tornou-se uma grande parte de você, como se fosse uma extensão de seu próprio braço. Protegeu-o e deu-lhe um modo para proteger seus irmãos; ele deu a você a confiança e o poder para enfrentar qualquer coisa no meio da noite; e onde quer que fosse, ele ficou com você, à direita do seu coração, sempre lá quando você precisava.

Você tinha que manter a lâmina para cima, no entanto. E trocar o cabo ao longo do tempo. E verificar o peso.

Engraçado … tudo isso estava bem quando se tratava de armas. Por que não tinha ficado claro para ele que com casamentos é o mesmo?

(A partir dos pensamentos de Vishous) "

- JR Ward, Amante à solta -

1 compartilhamento
Inserida por lyne-sena