MGT: Isaque orou ao SENHOR por sua mulher,...

Isaque orou ao SENHOR por sua mulher, porque ela era estéril;

e o SENHOR lhe ouviu as orações, e Rebeca, sua mulher, concebeu.

Gênesis 25.21

Lendo rapidamente esse verso têm-se a impressão de que Isaque e Rebeca se casaram, ela não podia ter filhos, ele orou por ela e ela concebeu. Bem, foi isso mesmo, mas não tão rápido assim.
Por 20 longos anos Isaque orou por sua amada Rebeca. Ele tinha 40 anos quando se casou e tinha 60 anos quando Rebeca lhe deu filhos gêmeos: Esaú e Jacó.
Agora, existem alguns fatos interessantes nessa história. Em primeiro lugar Abraão pediu ao seu servo para ir buscar uma noiva para o filhão. Quantos anos tinha Isaque? 40 anos. Isso significa que ele era um filho obediente ao seu pai e que não se atreveria a decidir por si só e ir atrás de alguma jovem, sem o consentimento de seu pai. Pode parecer muito estranho a nós, do século XXI, que um homem de 40 anos esperasse uma noiva vinda de algum lugar que o servo de seu pai fora buscar!
No entanto, por mais que não entendamos esse relacionamento, era Isaque um homem que respeitava a seu pai, que respeitava a família e que, obedientemente, esperaria a mulher que Deus lhe desse.
Foi o que aconteceu. A história contada em Gênesis é muito linda. Rebeca era filha de Betuel, sobrinho de Abraão, pai de Isaque. Era a jovem sua prima de 2º grau que jamais conheceria, não fora o servo de Abraão trazê-la de longe para o conhecer.
Mas Rebeca era estéril. Assim o era Sara, mãe de Isaque e também a Raquel, que viria a se casar com Jacó. As três amadas dos patriarcas só tiveram filhos porque eles oraram por elas.
Isaque orou porque de alguma maneira aprendera a orar. Abraão era o “pai da fé”, homem de relacionamento estreito com Deus. Isaque fora o jovem que Abraão entregaria ao Senhor em sacrifício e que viu com seus próprios olhos Deus agir para impedir a seu pai de o matar. Isaque perguntou ao seu pai, quando iam para o monte, onde estava o sacrifício, o cordeiro, e a resposta de Abraão deve ter ficado gravada em sua mente: Deus proverá para si um cordeiro, meu filho.
Isaque orou ao Senhor Deus, ao Deus de seu pai, pela sua amada Rebeca. Orou e orou, por 20 longos anos, até que sua esposa concebeu. Ele viu o Deus que provê, agir.
Você e eu somos seres humanos, pequenos, sem a visão do futuro. Mas se tivermos fé em Deus, por Cristo Jesus, ainda que demore veremos as nossas orações serem atendidas. Por que a demora? Isso não cabe a nós entender.
Aos homens de fé cabe apenas a fé e a esperança, sempre.

Com amor

1 compartilhamento
Inserida por Tcheco