Celso roberto nadilo: <>Mais umas vez estou sozinho...

<>Mais umas vez estou sozinho ouvindo tua voz de fundo<>
----x----x----x----
<>Marcas tão profundas no meu coração<>
<> tantos sentimentos mortos para o mundo<>
<>com tantas trevas tua voz reluz minha solidão<>
<> não tamanho vazio na simplicidade da vida<>
_______________________
<><>O teor magico é apenas a vaidade do coração<>
<> sentimentos tão perdidos na minha alma poética<>
<><>Que fonema a uma extração de cada parte do meu corpo<><>
________________________
<><>Nos estágios de sanidade tento ter a clareza de um louco<><>
<>Ao nada compreendo este muito meramente vazio<>
<>na clareiras da solidão derramo pequenas gotas amargas<>
<> abraço o vazio no entretanto revivo parte do mel que bebi<>
_________________________
<>Quais são razões desta vida que já vivi no entanto ainda clamo<>
<> As vezes acordo no meio da noite respiro profundo<>
<> de um jeito ninguém compreende....<> O vazio<>
<>sentimento abandonado pelas farpas da minha alma<>
__________________________
<>Busco sentido onde nunca houve um teor para viver<>
<><>Dramático mesmo nas amplitudes<><>simplesmente<>
<>um sonho deixado por deuses que nunca mais voltaram aos céus<>
___________________________
<><><><>por Celso Roberto Nadilo<><><><>
____________________________________________________________<><><><>fronteiras desconhecidas<><><><>

2 compartilhamentos
Inserida por hellmouse666