Joao Pedro: REFLETIR Joao P. Da Silva A história a...

REFLETIR Joao P. Da Silva
A história a se relatar aqui é sobre um casal. Um fato que pode ocorrer com qualquer pessoa, em seu casamento ou relacionamento sério.
Bom, dois jovens, (casal de namorados) viviam muito felizes, com aquela pespectiva de que um amava o outro verdadeiramente. Mas é aquela percepção no qual qualquer pessoa pode ter, a inconfiança. Eles viviam em liberdade, pois, seus pais apoiaram seu relacionamento sério, a mãe dela gostava muito dele e o admirava, por ser um rapaz de confiança e trabalhador. Mas a questão não estava somente aí, pois eles de vez em quando brigavam, como é comum nos relacionamentos...
Certo dia eles estavam saindo da escola e combinaram de sair, para dar um passeio, e começou assim:
- Então nos encontramos ás 7:30 tá? beijinhos - disse a Megan
- Ta bom amor, ás 7:30 estou na praça te esperando - disse o João.
Entao... O João esperou e esperou, e de repente passou uma velha amiga de escola e decidiu ficar ali conversando... Ele porém desconcentrado que estava esperando a Megan, não percebeu que sua amiga estava dando em cima dele.
- Quanto tempo João - disse sua amiga chamada Mary.
- Verdade Mary. Como você está? - disse o João alegremente.
- Estou ótima! mas e aí está namorando? - disse ela com interesse moral.
- Sim estou! e você? - disse o joão.
- Eu... não... não estou.
- Então ta bom! Até mais! - disse o joão despachando-a pois a Megan estava prestes a chegar.
- Ah! mas num vai dar nem um abraço na sua velha amiga? - disse a Mary.
- Ta bom , um abraço... - disse o joão, (tímido)
De repente a Mary aproveitou o abraço e beijou o João. A Megan porém chegou na suposta hora! E ela vendo aquilo disse:
- Não pode ser! - com um semblante triste e descepsionante...
Ela saiu correndo, o João se abstou da Mary e correu atrás da Megan; o João porém no caminho, chorando, pensando e se culpando disse:
- Não, eu não posso ir, eu a traí... Não mereço seu perdão, não sei o que faço!!!
A Megan chegando em sua casa, foi falar com sua mãe.
- Mãe, ele me traiu, eu cheguei na praça e ele estava se beijando com outra! - disse a Megan chorando e soluçando.
- O que?! Meu Deus! minha filha não pode ser, pelo que eu o conheço não foi a intenção dele. - disse sua mãe com autoridade.
- Mas mãe, se ele me amasse ele nao faria isso!
- Minha filha perdoe-o, pois, igual ele você pode não encontrar mais! com ele eu me senti segura, ele cuidava de você, ele te ajudava nos momentos difíceis no qual eu que sou sua mãe, nao pude te ajudar.
- Mas mãe, porque ele não veio pedir perdão? Ele deveria ta nos meus pés agora, ta vendo! ele nao se arrependeu...
- Filha, ele não veio justamente por passar pela sua cabeça de que não merece seu perdão. Vá atrás dele e perdoe-o mesmo se ele não aceitar.
- Ta bom mãe, farei isso!
- Vai minha filha, vai com Deus!
A Megan então saiu andando e chorando... De repente seu coração ia batendo cada vez mais forte, e ela ia apressando os passos, e apressava, e apressava, e começou a correr... Chegando numa pista local onde vai direto pra casa do João, ela via uma multidão de pessoas... Na sua curiosidade ela foi ver o que havia acontecido... Para sua aflição e tormento quem estava no chão sangrando muito porém ainda vivo era o João. Ele quando vinha se culpando um caminhão se chocou com ele pois ele ultrapassou o sinal e foi atropelado violentamente.
A Megan desperada dizia:
- Nãooooo!!! Não!!! Não!!! Meu amor!!! não me deixe por favor, amor não me deixe não!!!
O João com sua voz muito baixa disse:
- Eu Te amo - e naquela hora morreu...
A Megan não saiu de cima do seu corpo, chorando, lamentando, se culpando, inacreditando perdeu seu único amor...
Essa é uma história comovente sobre um relacionamento, por isso, reflita muito antes de pedir um simples perdão, perdoe mesmo que você não tenha sido o culpado do erro... Perdoe de coração e verás a perfeição de um relacionamento...
fim

1 compartilhamento
Inserida por JoaoPeter