William Contraponto: Sob O Céu de Janeiro Eu já nem sei...

Sob O Céu de Janeiro Eu já nem sei Quando tempo faz Que ali cheguei Procurando a minha paz Mas ainda tenho as canções Criadas naquelas situações. Foi tudo tão i... Frase de William Contraponto.

Sob O Céu de Janeiro

Eu já nem sei
Quando tempo faz
Que ali cheguei
Procurando a minha paz
Mas ainda tenho as canções
Criadas naquelas situações.

Foi tudo tão intenso e diverso
O mar, a brisa... os luais
Num imenso noturno universo
Sem mais antigos rituais
Já haviam chegado os dias
Das longas libertas alegrias

Um leve vento passava faceiro
E te trouxe a meu encontro
Sob aquele céu de janeiro
Que jamais haverá outro
Pelo menos enquanto a distância
Impedir essa nova experiência.

Eu só posso dizer
Quanta falta faz
Que até vou reconhecer
Preciso de você, rapaz
Para seguir nas direções
Perdidas ao fim dos verões.

Sim, é renovada a chance
Do nosso universo parceiro
E todo prazer em alcance
Estamos sob o céu de janeiro.

1 compartilhamento
Inserida por AurelioMatigal