Luze Azevedo: eu me atrasei, força do hábito! e ela...

eu me atrasei, força do hábito! e ela impaciente, linda e sedutora, teclava com alguém, ou para alguém. sentada de pernas cruzadas joelhos à mostra ocupava todo... Frase de Luze Azevedo.

eu me atrasei, força do hábito!
e ela impaciente, linda e sedutora, teclava com alguém, ou para alguém. sentada de pernas cruzadas joelhos à mostra ocupava todo o sofá. entre ela, a janela que mostrava lá fora a noite enluarada, uma orquídea amarela decorava o ambiente escuro; e as poucas luzes faziam questão de iluminar seu corpo.

de camisete branca, com mangas compridas e saia também branca, logo a reconheci. a fraca iluminação do restaurante era só pra indicar o caminho até ela, e em suas pernas, me perdi.

seu rosto só foi possível achar graças ao celular, que seus dedinhos não sessavam de teclar. ao lado dela parei.

na pequena mesa, entre mim e ela, duas taças borbulhavam com champanhe, decorada com velas aromáticas e pétalas de amor perfeito. desabotoei o paletó, tropecei nas palavras, ganhei fôlego, e perguntei se o lugar ao lado estava ocupado.

sim! respondeu ela. sempre esteve reservado, aguardando você, e emendou: demorou por quê?

1 compartilhamento
Inserida por LuzeAzevedo