Celso roberto nadilo: desejo seu corpo com desespero, arranco...

desejo seu corpo com desespero,
arranco seu coração deixo...
...sangrar sobre minhas mãos,
chego a sonhar com seu desespero,
virgem de alma e coração,
com um olhar de piedade,
devoro seus sonhos...
penetro profundamente...
no horizonte de suas coxas
tremula por um momento,
geme tal forma;
que se torna a ultima vez,
que vida abita sua alma,
uma paixão paranoica...
viciosa reluzente...
meia noite lhe dou vida
assim tiro da morte sentimentos,
seu cheiro queima alma,
em desejos involuntários.

1 compartilhamento
Inserida por hellmouse666