Kôji Sato: CASAL DO FUTURO. Eu lembro quando á...

CASAL DO FUTURO.

Eu lembro quando á conheci, Naquele simples prédio de sempre. Já tinha passado muitas coisas ali, mas não pensava em passar por isso.
Uma menina linda, tímida e bem quieta, cabelos bem enrolados, e um tom de pele bem morena, da cor do pecado.
Me chamou atenção assim á que vi, tentei puxar assunto, e como sempre, fazer as pessoas riem, mas ela só ria, não falava muito. Então fui insistindo no assunto, até então que vi!
Ela estava conversando comigo! Ficava bem nervoso e tímido perto dela, quando ia embora não esperava a hora de Vê-la no dia seguinte, Dormia até cedo para passar o tempo mais rápido. Então dias se passaram, até que vi sentir algo. Bem diferente de gostar de alguém, era gostar, porém diferente.
Seria minha primeira paixão ? Ou só mais um sentimento bobo igual a que costumava sentir ?
O tempo foi passando. Estava até rolando um clima. Quase nos beijamos várias vezes. Até que... O beijo aconteceu. Eu tremia, Suava Frio, e enquanto o beijo simplesmente acontecia, eu pensava, "Como vou olhar para o rosto dela depois ?".
Com muita timidez, paramos de nos beijar, e ela pediu para que eu fizesse uma promessa. Ela olhou em meus olhos com um sorriso e disse "prometa de dedinho que você não irá contar à ninguém" logo disse "Claro" muito tímido.
O tempo passando, e sempre que se víamos, parecia uma lei nos beijarmos, não conseguia não beija-la.
Até que o pedido de namoro foi feito, na minha casa, por volta das 22:00.
Ela não aceitou, porém disse que ia pensar. 3 dias depois, ela me pediu em namoro. Sim, naquele corredor do prédio dela, aonde tudo começou.
Os primeiros meses foram perfeitos, tivemos nossa primeira briga, nosso primeiro momento de tristeza. E tudo indo muito bem.
Lembro quando ela perdeu a avó, ela á amava, foi triste olhar para aquele rostinho, e ver se matando em lágrimas, ela e a irmã dela. Fiquei sem reação, não sabia oque exatamente fazer, então fui acalmando ela, conversando. Eu pegava ela escutando música, chorando e olhando para a foto da avó.. Ela me contava das histórias que a avó dela contava para ela. Mas o tempo foi passando.. Até que um dia, um domingo. Estava voltando da casa do meu Pai, o dia estava normal, como qualquer outro, fui para a casa dela, estava no corredor com ela. Até então.. Ela disse "Quero conversa uma coisa com você" Veio o pensamento muito rápido na hora, tudo muito rápido, parecia alguém sussurrando em meus ouvidos "Ela irá terminar contigo". Então fiquei desesperado, comecei a chorar, um aperto no peito, eu abracei ela muito forte e só dizia "não faça isso por favor" repentinas vezes. Ela falava "Você nem sabe oque é" então eu deixei ela falar. Ela disse "Quero um tempo" aquilo me destruiu, ela não disse um simples tempo, eu vi que era término geral. Aquilo parecia está arrancando um pedaço do meu corpo, estava doendo muito meu peito, passei mal, meu coração doía muito, não respirava bem. Fui pra casa, e cá estou, já se passou um ano, quase 2, e eu aqui lembrando de tudo, nos detalhes que não pus aqui. Sabe oque eu percebi ? Aonde tudo começou naquele corredor, foi aonde tudo terminou!
A vida é um ciclo, não é atoa que o mundo não é plano, tudo começa girando para um lado, e termina na mesma posição, no mesmo lugar. E eu aqui, amando o passado, como se fosse hoje..

2 compartilhamentos
Inserida por KojiSato