Julio Aukay: Sou quem sou e não me envergonho da...

Sou quem sou e não me envergonho da maneira que vivo; O romantismo é digno, verdadeiro e infinito ; Como as cortinas de seda que resplandece o meu próprio coraç... Frase de julio Aukay.

Sou quem sou e não me envergonho da maneira que vivo;
O romantismo é digno, verdadeiro e infinito ;
Como as cortinas de seda que resplandece o meu próprio coração;

1 compartilhamento
Inserida por JULIOAUKAY