João Botelho (eu): Amor Proibido É proibido amar sem...

Amor Proibido

É proibido amar sem sentir, meu amor
Tens os olhos tão doces e belos como o arco-iris
Um sorriso tão brilhante que ilumina o meu caminho
São poucos , assim como eu , que conseguem e
Que percebem oque está pralem do teu perfeito olhar
E que reparam no teu doce sorriso!

Não sei se devo amar-te
Porém, meu coração venera por teu amor
Esse amor proibido, que tanto quero
Que tanto desejo, és tu a donzela dos meus sonhos
Uma deusa em corpo de mulher

Amar-te com paixão, amar-te para toda a minha vida
Um amor proibido,não vivido, mas verdadeiramente sentido
Sinto um intenso desejo de tocar-te, beijar-te e de abraçar-te
Amar-te é tudo que sei fazer, amar-te é simplesmente
Não deixar de te amar, é morrer com esse amor, é morrer
Por teu amor , meu amor proibido

O tempo te levará para longe de mim
E eu seguirei sozinho sem rumo
À tua procura , para que o tempo
Não possa nos separar e assim isolarnos
Bem longe um do outro , sem nos vermos

É difícil não poder tocar-te
Sentir a tua presença e disfarçar
Que não te quero e que não te desejo
Quero fazer parte da tua vida
Venero-te e não te posso ter
Se algum dia dizer que te esqueci
Estarei mentindo e a enganar-me
Posso gostar de outra pessoa
Mas só amarei a pessoa que meu
Coração pula de paixão, tu.

1 compartilhamento
Inserida por SuicideSilence