Douglas Duarte: É triste ver alguém se perder pela...

É triste ver alguém se perder pela própria causa. Na tentativa de trazer luz e apresentar verdades bíblicas, o polêmico e estúpido Silas Malafaia esqueceu-se subitamente de que, sem amor nada somos. Os discursos dele já não nos leva à reflexão, nos leva à ira. Deus já nos avisou, há milênios atrás, que nos fins dos tempos o amor de muitos se esfriaria, mas é muito triste ver isso começar dentro da igreja. Isto não é apologia ao homosexualismo (ou homosexualidade, como preferir), nem minha contribuição literária para com a polemicidade, é apenas um alerta a todos os que têm "uma causa". Cuidado para não se perder. Nunca se ache grande, a ponto de tentar exercer funções que só cabem a Deus. O julgamento não cabe a nós, a nós, cabe amar ao próximo da mesma forma como nos amamos. Não devemos fragmentar a biblia e viver somente o que nos convém. Como sabiamente disse o Dr. Alisson Fonseca - que também é pastor e psicólogo - existe uma grande diferença entre "manjar" de bíblia e saber interpretá-la. Na minha humilde opinião, as interpretações do Malafaia, tanto em relação a bíblia quanto a psicologia e a neurociência, são completamente subversivas, aleivosas e capciosas, além de mostrarem um desvio doutrinário disfarçado de movimento de fé. Como disse o bispo anglicano e doutor em Escatologia e Ciência da Religião, Hermes C. Fernandes, "quem perdeu foi a igreja, cuja credibilidade ficou mais uma vez exposta por conta do discurso moralista radical do líder da ADVEC". Espero que eu não herde, como futuro psicólogo e como cristão, esse ranço "malafaianiano". Nem todos os cristãos e nem todos os psicólogos são iguais a ele. Ainda existem psicólogos cristãos que sabem amar e exercer eticamente a psicologia.

1 compartilhamento
Inserida por douglasduarte