Nilton Mendonça: Inacreditável Ninguém acredita em...

Inacreditável

Ninguém acredita em muita coisa mas apregoa-se, a cada ser vivente que tem fé. Como por exemplo, vizinho sem ser totalmente alfabetizado cursar faculdade! Dirão todos é mentira o cara mal sabe se expressar e quer cursar um curso acadêmico! Amigo que passou no concurso e agora vai fazer medicina, logo alguém diz como pode? chucro igual não tem e agora vai ser um doutor?
E os incrédulos estão até em nossos mais achegados; feito os da família e falo por mim quando disse que estava escrevendo textos e que faria deles um Livro; logo escutei piadinhas de deboche, olhares desdenhosos e risadinhas sarcásticas? Sem contar as palavras onde afirmam sua incredulidade de ``se´´ eu conseguiria. Seguido de indagações de pra que? por que? será que vende? Qual assunto abordará? E até se mencionaria algum deles ou alguém da família nos textos.
Mas por que será que juramos tanta credulidade tipo: Deus castiga. Ou de ir pro inferno? Etc... quando na verdade somos doutores do ceticismo (descrença) somos julgadores de algo que muitas vezes nem conhecemos, temos apenas uma ideia e ficamos convictos de ser verdade tudo que pressupomos. Portanto acredito que devemos ter no pensamento um além, uma cautela, um cuidado, para não Inacreditável
Ninguém acredita em muita coisa mas apregoa-se, a cada ser vivente que tem fé. Como por exemplo, vizinho sem ser totalmente alfabetizado cursar faculdade! Dirão todos é mentira o cara mal sabe se expressar e quer cursar um curso acadêmico! Amigo que passou no concurso e agora vai fazer medicina, logo alguém diz como pode? chucro igual não tem e agora vai ser um doutor?
E os incrédulos estão até em nossos mais achegados; feito os da família e falo por mim quando disse que estava escrevendo textos e que faria deles um Livro; logo escutei piadinhas de deboche, olhares desdenhosos e risadinhas sarcásticas? Sem contar as palavras onde afirmam sua incredulidade de ``se´´ eu conseguiria. Seguido de indagações de pra que? por que? será que vende? Qual assunto abordará? E até se mencionaria algum deles ou alguém da família nos textos.
Mas por que será que juramos tanta credulidade tipo: Deus castiga. Ou de ir pro inferno? Etc... quando na verdade somos doutores do ceticismo (descrença) somos julgadores de algo que muitas vezes nem conhecemos, temos apenas uma ideia e ficamos convictos de ser verdade tudo que pressupomos. Portanto acredito que devemos ter no pensamento um além, uma cautela, um cuidado, para não exorcizarmos alguém só por que aparentemente vemos neles algo de incapacidade nossa. Afinal como se diz por ai os outros, são os outros e só. Que a paz esteja em sua mente, ou quem sabe em seu coração.
exorcizarmos alguém só por que aparentemente vemos neles algo de incapacidade nossa. Afinal como se diz por ai os outros, são os outros e só. Que a paz esteja em sua mente, ou quem sabe em seu coração.

1 compartilhamento
Inserida por dalainilton