Rafaella Kristinne: E você bem você me viu bem na hora que...

E você
bem
você me viu
bem na hora que tua irmã gritava por mim.

e eu penso
se não foi assim que a gente não se conhecesse
num tempo estranho da minha vida...
no finalzinho do começo da sua
atropelada por egoístas...
Oh, Deus! Tínhamos muitos egoístas do nosso lado.

E o nosso segundo encontro durou uma eternidade pra ficarmos só, e mais outra eternidade até nos beijarmos... você me fez sorrir, e eu não queria, mas te dei o meu sorriso como se fosse um pedaço de papel que é pra você poder olha sempre.

Você tinha seus motivos pra ser amarga, alguém tinha matado o teu amor...
Uma ex qualquer que com o tempo faleceu dentro de você.

E com um tempo, eu nasci, naquele pedaço de terra esquecido... eu era aquela laranjeira
que atraí os beija-flores e tulipas

Eu tulipando por aí
presente até mesmo naquele banco onde houve muitos amores além de nós e muitos segredos...

Você olha incrédula,
mas eu existo de verdade
e te contei o meu desejos de menina
você deveria saber, mas eu conto mesmo assim.
conto só com o olhar,
esse olhar frágil
e empoeirado
que parece grão de café velho que a gente tenta mastigar.

E você me deixou nascer,
você me fez sorrir,
e agora é só eu e você.

1 compartilhamento
Inserida por rafaellakristinne