Miriam Mello: Eu ainda lembro do dia que o amor foi...

Eu ainda lembro do dia que o amor foi embora.
Era tarde, então me marcaram em um status no Facebook junto com ele e ele comentou que estava ótimo e ficou lá conversando, e aquilo não me fez mal. Me fez bem saber que ele estava bem sem mim. A verdade é que, quando você ainda ama alguém e vai embora, você sempre torce para essa pessoa sofrer e se arrepender enquanto corre atrás de você, eu também desejei. Entretanto, assim que o amor foi embora, ele deixou de ter importância. E eu não quero mais que ele sofra e venha atrás de mim, porque quando você deixa de amar alguém, você não espera nada dessa pessoa. Confesso que foi meio deprimente passar por ele e não sentir nada. Chegar de noite e não esperar o celular tocar. Estar Online e não torcer para abrir uma janelinha com o nome dele. Esperar ele me beijar, torcer para ele me tocar, e desejar ele só para mim. Poder abrir um sorriso enorme e dizer o ‘eu te amo’ mais verdadeiro do mundo, e esperar um eu te amo de volta, mesmo que o dele nunca tenha sido verdadeiro. Tudo isso passou e parece que isso aconteceu à um século. Sendo que na verdade o amor foi embora faz apenas três semanas…
Estar com o coração limpo e vazio não parece ser tão mal assim, mas também não é tão bom. É estranho sabe? Você olhar para aquela pessoa que causava todas as sensações do mundo em você e ela não causar nenhuma agora. Recordar dos momentos que tiveram juntos, e que antes te causavam tantas lágrimas, e não sentir nada além de felicidade por ter acontecido, mas também por já ter passado. É diferente alguém te perguntar sobre ele e você não chorar mais e dizer o quanto ama e precisa dele, mas sim abrir um sorriso verdadeiro e dizer: acabou.
Então acharem que você vai lamentar, mas na verdade você vai dizer que está ótima. Esquecer ele foi a coisa mais difícil que eu fiz em toda a minha vida, mas agora, agora que eu já esqueci, parece a mais fácil. A verdade é que, ele foi o amor da minha vida. Clichê não é? Mas verdadeiro. Ele foi o amor da minha vida, ele partiu o meu coração, ele me fez rasgar todos aqueles malditos planos para o futuro e ir embora. Eu fui embora. Demorei um ano e dois meses para esquecê-lo, e agora? Agora que eu finalmente consegui esquecer, eu não sinto vontade de ir lá esfregar na cara dele, como eu sempre planejei. Ver ele curtindo a foto de outras garotas já não dói mais. Ele pode ter me destruído, mas agora eu me construí. E nessa construção de mim mesma, há apenas uma coisa que eu irei repetir: Se for para ficar presa em algo sem futuro, eu prefiro não ficar presa em nada.

1 compartilhamento
Inserida por MiriamMello