Márcio Souza: QUANDO O AMOR RENASCE. O amor só é...

QUANDO O AMOR RENASCE.
O amor só é eterno e se perpetua, quando é sincero, puro e verdadeiro. Incondicional, só o amor de mãe. Às vezes, passageiro como chuvas de verão ou volúvel como amor de carnaval, que vem e passa. Aí já não é amor, é aventura, é paixão. Há quem defenda que o amor nasce e morre. Pelo contrário, o amor morre, mas renasce. Na verdade, não existe receita pronta para o amor. É uma sensação nobre que brota no coração, passa pelo pensamento e se exterioriza na mais bela forma de sentimento. O amor é como uma planta que não morre. Apenas se renova para fortalecer o que já existe ou para o recomeço de um novo amor, por um outro que se foi embora e que murchou. Mas sempre reservando a sua semente, guardada no coração da gente. Que, lançada em terra fértil novamente, renasce um novo amor com as chuvas de verão, se fortalece no outono, descansa no inverno, para ressurgir na primavera com suas novas flores e perfumes, para amar, ser amado e conquistar novos amores e, quem sabe, se perpetuar e ter a alegria, a felicidade e a razão de viver novamente.

1 compartilhamento
Inserida por marsouza42