Verluci Almeida: O POETA E A BORBOLETA O poeta escreve...

O POETA E A BORBOLETA O poeta escreve com a janela aberta. A borboleta entra pelas venezianas. Quer observar de perto as filigranas, Que ele esparrama na página... Frase de Verluci Almeida.

O POETA E A BORBOLETA

O poeta escreve com a janela aberta.
A borboleta entra pelas venezianas.
Quer observar de perto as filigranas,
Que ele esparrama na página deserta.

Lembranças... fantasias doidivanas,
Suaves e doces sonhos de criança!
Relembra a bela menina de trança,
Que coloria suas horas cotidianas.

Jogos de luz desenhados na folhagem,
Fazem-no esquecer o que ia escrever.
Imagens dela, uma deliciosa miragem!

Fecha os olhos! Sorri... fica sonhando!
O poeta e a borboleta! De enternecer,
É a cena para quem está observando.

Verluci Almeida
261010

1 compartilhamento
Inserida por VERLUCI