Tatiana Corrêa: O que seriam caminhos? Apenas direções...

O que seriam caminhos?


Apenas direções para um fim determinado, ou seriam aventuras, sonhos, esperanças, tristezas, decepções que temos de percorrer?
Na minha mente confusa tudo se embaralha, sonhos, medos, receios e alegrias, e me deixo pensar que seria isso meu caminho? Me pergunto porque racionalizo tudo e não deixo simplesmente tudo seguir como o curso de um rio, QUE SEMPRE VAI À FRENTE SEM "OLHAR" PARA ATRÁS.
Talvez, seja este o meu caminho. O caminho das incertezas, o caminho dos des-caminhos. O rumo do não-rumo, a certeza da in-certeza e a esperança na desesperança habitada em todo o meu ser.
Sei que deixo tudo muito filosófico, mas assim consigo me expressar e buscar o melhor de mim e talvez despertar o melhor de alguém. Não posso me deixar abater por circunstâncias decrépitas do sub-mundo des-humano que está ao meu redor.
Devo sempre procurar a paz, e "procurar" esse "caminho" da in-consciência consciente da minha mente e do meu corpo e trazendo isso para o meu dia-a-dia.
A vontade dos meus batimentos cardíacos mostram para onde devo ir, comandam que direção tomar, e coloca uma "amostra" dos tropeços que podemos ter, afinal sempre sentimos medos de que algo possa acontecer em nosso caminho, e com isso já estamos digamos que preparado para encarar qualquer coisa de frente. Não tenha vergonha se nesse "caminho" lágrimas rolarem, faz parte dele, pense nas lágrimas como a semente da esperança que como a fênix renasce, só que a lágrima crescerá como esperança de que tudo d~e certo.

Então, siga seu caminho, seja qual ou como for, se for um des-caminho, vá assim mesmo. Mas não pare, pois parando você está se auto-destruindo sem nem perceber, e quando perceber será tarde demais.

1 compartilhamento
Inserida por tatianacorrea