Salatiel Gualter: Aprendi que portas não se abrem ao...

Aprendi que portas não se abrem ao vento, não se mostram à nossa frente a nos convidar.
Em verdade, elas estão fechadas. Transponíveis? Sim, porém fechadas.
Em algum lugar, em algum momento, sempre oportuno.
Enquanto isso caminhamos, e neste caminho encontramos oportunidades, agarramos as certas.
Quando a oportunidade não se mostra, se mostra a audácia e a coragem.
Descobrimos, então, que é o tão esperando momento. A grande descoberta.
Agora trabalhe em cima dessa oportunidade. Trabalhe incansavelmente, enquanto houver forças, enquanto houver juventude. Pois nunca se é velho demais para brincar, mas é certo que um dia será velho demais para o trabalho. O tempo passa rápido e com os anos se vai, também, a vitalidade. Não convém desperdiçar esse tempo. Existem outras prioridades, existe toda uma vida.

Ao chegar à porta e abri-la, saiba que este não é o momento de Glória, e sim o começo de uma longa jornada. Agora é com você, cresça, construa...

Grandes responsabilidades nos esperam, depois da Porta.

1 compartilhamento
Inserida por salatielgualter