Vilma Galvão: Devolva-me Devolva-me a cópia das...

Devolva-me



Devolva-me a cópia das chaves,
já não quero mais sua presença aqui...
Devolva-me o que me pertence,
tudo que me roubou ao me fazer amar-te...
Não terás mais o direito de invadir minha vida,
me dar esperanças para nada mais,
Devolva-me o que me não usou,
embora precioso o que lhe dei,
jamais deu algum valor,
deixou que escapasse-lhe das mãos
tudo o que de coração lhe entreguei!
Já não quero mais ter você aqui dentro de mim,
vá e faça o seu destino...
Cuidarei do meu corpo e do meu coração,
e ainda que não queira, terás que sair...
Fomos um dia "nós",
hoje,
somos eu e você,
cada um com caminhos diferentes a seguir...

Que seja aqui o fim para tudo,
ao me devolver a cópia da chave
não mais entrarás em meu coração,
não mais me dará sonhos,
não mais me fará chorar...

Vou refazer a casa,
reformar os sentimentos,
restaurar os sonhos,
curar as feridas e,
tudo o que fui com você dentro de mim...

Devolva-me o que me pertence,
todo o amor dedicado a você,
o mais puro sentimento que eu tinha,
entreguei em suas mãos,
se jamais fez proveito,
quero-o de volta,
entregarei a quem souber cuidar...

1 compartilhamento
Inserida por vilmagalvao