Nathália Tomaz: Para o único que foi capaz e corajoso o...

Para o único que foi capaz e corajoso o suficiente para atravessar todas as armadilhas e muros que ergui em volta de mim. O único que com toda paciência, traduziu palavra por palavra desse emaranhado de rabiscos e ideologias que eu sou, que eu sempre fui. Para o único que conseguiu enxergar além de uma garota que fingia sorrisos e felicidade. O único que enxergou tristeza nos olhos de quem sempre tentava mostrar o contrário.
Para o único que não me assusta com seu carinho, que me faz querer abraços infinitos, e beijos demorados. O único que com apenas um toque irradia calor por todo o meu corpo. Para o único que me arranca sorrisos verdadeiros, e gargalhadas exageradas. O único que me faz querer perder noites de sono conversando sobre tudo, e sobre nada.
Para o único que pode me chamar de apelidos carinhosos sem que eu ache brega ou clichê demais. O único que eu tive vontade de apresentar para os meus pais, meus avós, meus bichinhos de estimação. O único que arrancou elogios dos meus amigos. Para o único capaz de me fazer sentir saudades mesmo estando lado a lado. O único que me faz ter urgência para que os dias passem rápido.
Para o único que consegue me fazer acreditar em mim mesma. O único que me faz ter vontade de ser a melhor sempre. O único que traz à tona tudo de bom que sempre guardei bem escondido no fundo de uma gaveta qualquer. O único que conseguiu colocar um brilho nos meus olhos antes cansados e desesperançosos. Para o único que me faz arrepiar dos pés à cabeça num misto de medo e curiosidade. O único que me faz querer sempre mais. Mais cinco minutinhos. Mais 10 minutinhos. Mais uma vida inteira.
Para o único que me fez querer voltar o tempo só para ter mais tempo ao seu lado. O único que não faz meu alarme apitar desconfiada toda vez que diz que gosta de mim. O único que consegue acalmar minha ansiedade, e esse meu jeito exagerado de ser. O único que traz calmaria para meus dias turbulentos. O único que com um sorriso faz meu estômago borbulhar. Para o único que com um abraço me passa a segurança que procurei por toda a vida.
Para o único que me inspira. O único capaz de me arrancar palavras bonitas em dias cinzas. O único que está presente nas entrelinhas de tudo o que escrevo. O único que consegue me ouvir mesmo em silêncio. O único que arrombou as portas do meu coração pois sabia que se pedisse para entrar, eu provavelmente inventaria alguma desculpa. O único que bagunçou, tirou os móveis do lugar, jogou fora os restos que eu insistia em guardar.
Para o único que me toca com sua voz e melodia. O único que não me faz ter vontade de ser outra pessoa. O único que tem paciência com uma pessoa que erra tanto e todos os dias. O único que sabe todos os meus defeitos. O único que não se importa com o meu passado, só quer ser meu presente. O único que não faz joguinhos, quer vencer ao meu lado.
Para o único que não me faz sentir sufocada. O único que eu não consigo enjoar nem por um segundo. O único que não me faz ter vontade de fugir. O único que faz filmes ruins parecerem bons. O único que eterniza momentos sem fazer o menor esforço.
O único que me faz sonhar acordada. O único que vem à minha mente quando escuto uma música no rádio. O único capaz de derreter essa geleira, e incendiar meu coração. O único que me faz confessar sentimentos sem medo. O único que me faz ser clichê. O único que me fez perceber o que é ser feliz de verdade. Para o único que me faz ver a beleza em coisas pequenas. O único que em poucos meses, fez mais por mim do que fizeram em uma vida inteira.

- Para o único, que agora é meu único. O único que me faz escrever um texto desses e ainda ter a coragem de publicar. É pra você.

2 compartilhamentos
Inserida por NathTomaz