Diogo: O homem só será responsável quando a...

O homem só será responsável quando a causa do último componente, "na série de fatos", for o efeito percebido após o acontecimento precedido pelo fato capturado. Coletivamente, essa escolha emocional, e que, mesmo assim, não é fruto do livre-arbítrio, oferece a liberdade conquistada. Isso é exatamente contrário e inconbinável com a liberdade, embora seja contrário e incompatível a uma concepção de liberdade verbal, tornando-se o livre-arbítrio. O que concebe a liberdade como voluntariedade é aceitação do que se determina, concebendo a liberdade voluntária da origem imaginativa. "A ação humana torna-se efeito de eventos cósmicos, considerado necessário para haver livre-arbítrio a justificativa do erro humano... Infelizmente para a humanidade acertar não é uma condição suficiente involuntária". Sendo assim, o livre-arbítrio é um tipo de liberdade, e pode ser entendido como originação de um efeito, independentemente de causas cósmicas anteriores de fatos voluntários. Muitas vezes se entende "liberdade" como livre-arbítrio, e por isso se diz que a liberdade individual é incompatível com o que se determina. O Livre-arbítrio envolve voluntariedade, isto é: o paradoxo ausente constrangido do exterior e a presença compulsiva do constrangimento racional irracional.
Racionalmente, esse constrangimento é a posição que se determina a relação com o cosmo, logicamente compatível a uma concepção livre e satisfatória de qualquer conceito responsável da moral imaginária. Essa responsabilidade rigorosa não afirma a verdade do que se determina, apenas defende a compatibilidade do mesmo com a liberdade e a responsabilidade moral do universo. Essa incompatibilidade é a posição, segundo a qual, determina tudo para o cosmo. O lógico é incompatível com uma concepção de liberdade, mas satisfatoriamente conceituada de responsabilidade moral momentânea.Ilógicamente, determinar defender a verdade do que se determina é a falsidade da liberdade e as incompatibilidades livres para os quais o que já está determinado é falso e a liberdade individual é a verdadeira responsabilidade do talante.
" O homem com irresponsabilidade é libertino
O universo com responsabilidade é carnal ".

1 compartilhamento
Inserida por Diogo23