Graone De Matoz: Amor, amor perdido, dor De cotovelo, a...

Amor, amor perdido, dor


De cotovelo, a amada


Que tenho lhe tanto


Desprezo. È um desejo


De seu beijo, é uma flor


De meu receio...


Amor, amor perdido,


Que nunca foi


Correspondido,


Que amor será esse?


Aquele que em uma


Viagem foi esquecido,


Da lucidez foi liquidado,


Da minha vida foi vencido.


Amor, amor, amor perdido


Onde estás que estás tão


Esquecido?


Que amor será esse?


De um sonhador iludido


Na fábula que um dia


Tivesse existido.


Amor, amor não dominas


Quem já tem domínio.


Amor, amor já foi planejado


O seu extermínio.


Amor, amor que não existe,


Amor, amor sem destino.


Que amor será esse?


Um amor vingativo.


Amor, amor por que


Estás sempre mentindo?


Amor, amor eu finjo que


Acredito.


Amor, amor por que és


Tão destrutivo?


Amor, amor isso é um


Mau caminho.


Amor, amor um anarquista


Do amor, que como eu não


Sinto dor.


Que amor será esse?


Amor de inverno seco,


Amor, amor indolor.


Amor, amor perdido,


Amor de platéia, o


Amor é ridículo.


Amor é uma aberração.


Que amor será esse?


Um amor de circo, e


Que amor será esse?


Um amor cancerígeno.


Amor, amor nocivo.




"Uma carta ao amor", poesia criada em 01 de fevereiro



De 2005

1 compartilhamento
Inserida por Graonedematoz7640