Itamara Sillva: Dia de maré alta, cento-me na areia pra...

Dia de maré alta, cento-me na areia pra observar.
Pensamentos em silêncio.
Vejo um casal ao longe,
O amor entre eles é puro e vivo...
Não consigo deixar de admirar.
A cada troca de olhares, a cada toque de mão...
Faz meu coração aquecer,
Mas logo tudo congela.
Está selvagem o mar.
O casal que a mim descrevi não existe.
Levanto e vou para casa só.
Era o eu e você.

1 compartilhamento
Inserida por Ramona-avril