Gabriela Feijó: Vai, joga na minha cara que você voltou...

Vai, joga na minha cara que você voltou por mim, diz que eu fui a culpada, diz também que vai embora de novo porque eu consegui seguir a minha vida enquanto você me saia dela pela porta de emergência. Escancara na minha cara que você nunca recebeu amor, diz que eu te iludi, pode agir como sempre, eu me acostumei a carregar a culpa enquanto você brinca de chorar de mentirinha.

1 compartilhamento
Inserida por gabrielafeijo