Marcus Vinicius S. Rocha: O Amor não se entrega aos desidiosos....

O Amor não se entrega aos desidiosos.
Para existir na sua plenitude, exige sacrifício, por vezes gestos preciosos e fortes.
O Amor não tolera a Indiferença.
É inimigo mortal do orgulho.
Está em guerra com a Ganância e troca farpas com o Desprezo.
Amar é querer bem, é desejar estar junto, é querer sentir o gosto, cheiro, beber dos sorrisos, embriagar-se da voz, consolar as tristezas, tentar reanimar um ânimo perdido...
Amar é cuidar, é se importar, procurar não magoar...
Amar é querer ser o outro em suas atitudes em face do mesmo.
Quem ama se coloca nesse lugar a todo momento.

Quem despreza, se deixa mover por orgulho e interesse, definitivamente, nunca soube o significado de amar.
Quem prova desse sentimento, uma vez na vida que seja, não o menospreza no outro.

1 compartilhamento
Inserida por drmv