Alessandra Aparecida Dias Aguiar: MARIA SEM VERGONHA! Acredito que estou...

MARIA SEM VERGONHA!

Acredito que estou aprendendo a olhar nos olhos o mundo.
Não que antes não o via, mas, agora vejo realçado.
Enxergando o que foi visto e não olhado, pois, olhar demanda tempo, paciência e vontade de apreciar suas singularidades.

Sem aprisionar, apenas enxergando o profundo a margem e contemplando a paisagem.
Se há uma flor que tenho admirado é a Maria sem vergonha, uma planta que produz flores da mais variadas cores.
É encontrada de forma espontânea em trechos de estrada, canteiros ou mesmo em vasos e jardineiras.
Porém, precisa de solo fértil e úmido, multiplicando em profusão.

Só quem vê, consegue enxergar sua profundidade.
Tenho deparado com essas belezas. Acho que antes nunca tinha utilizado tanto do olhar, estou aprendendo a comunicar-me.
Redescobrindo esse sentido, reparando as minudências, estou mais sensível enxergando detalhes que nunca tinha visto.
E como é bom tudo isso!

Nunca pensei que poderia comunicar tanto, horas e horas com os olhos. Tenho sentido uma energia muito forte aproximando-se da presença da lua, não sei explicar só sentir e olhar!
Lágrimas, brilhos, intensidades, penetrantes, reconhecendo-se, reparando e olhando!
Há momento na vida em que precisamos saltar, entrando em contato com o vento e há momentos que apenas precisamos olhar.

O olhar é mediato, mediado, lento é reparando no que nos rodeia é ver amor no seu olhar é desabituar a ver o que é essencial.
Estabelecendo uma relação de conhecimento com o real!
E como já dizia José Saramago: "Se puderes olhar, vê. Se podes ver, repara". Apreciando a Maria sem vergonha e reparando na beleza de suas cores!

1 compartilhamento
Inserida por aleaguiar