JuniorV: Quando mais pensei que estava tudo bem...

Quando mais pensei que estava tudo bem vi realmente que não estava nada bem, percebi a verdadeira situação na qual tudo estava, notei que não tinha pra onde ir nem com quem ficar, eu realmente estava só, então pensei melhor, passou várias coisas pela minha cabeça inclusive o lado mais fácil das coisas, "desistir", imaginei como seria a realidade invertida nos meus pensamentos, (talvez a morte, talvez a vida, talvez tudo ou o simples vazio do nada) percebi que as coisas, de uma certa forma não faziam mais tanto sentido como imaginei , e novamente os maus pensamentos tomaram conta da minha mente. Não pretendo fazer nenhum drama, não pretendo iniciar nenhuma melancolia, e talvez sim, ou o meu verdadeiro desejo talvez seja só mostrar a verdadeira situação das coisas, então falei comigo mesmo , se for pra cair que seja nos braços dela, se for pra subir que seja pelas lindas curvas do seu corpo, e se for pra continuar a viver assim, que seja com ela. E fiquei pensando: da mesma forma que ela se apaixonou por mim, ela pode sim se apaixonar por outra pessoa, fico olhando as conversas dela no face e, em cada janela nova de um amigo diferente que abro, não nego, tenho medo.
Então decidi, se eu a conquistei uma vez, posso muito bem conquista-la todos os dias, fazê-la feliz, fazê-la viver cada dia como se fosse o último, podemos sim descobrir coisas novas então, aquele meu pensamento medíocre de “desistir” simplesmente desapareceu, assim como todos os meus problemas desaparecem quando estou com ela.
Ainda me lembro como se fosse ontem , eu estava sozinho na casa do meu irmão estudando para uma certa prova, ah eu sei que eu já te lembrei dessa história umas mil vezes mas é bom relembrar certas coisas as quais aconteceu na nossa Vida e, eu quero deixar claro que eu nunca vou esquecer, provo reescrevendo-a.
Pois bem, exatamente no dia 12 de Dezembro de 2010 teve o concurso para a inscrição no Colégio da Polícia Militar de Pernambuco, que seria feito um anexo aqui em Petrolina, confesso que não estava muito empolgado , fui dormir sabendo que no dia seguinte se eu acertasse a pontuação necessária para o ingresso, estaria deixando meus amigos para trás correndo o risco do esquecimento por parte deles, enfim eu estava decidido.
No dia seguinte pela manhã estava tudo nublado, aquele friozinho gostoso, era o dia da prova, fui com painho para a faculdade fazê-la, chegando na UPE me dirigi para o auditório onde seria realizado as provas de ingresso do colégio para o Ensino Médio, sentei na poltrona 36 e ela ficou por trás de mim, antes de iniciar a prova lembro que vi alguns colegas de Lagoa Grande que também iam fazer a prova, naquela conversa toda olhei para trás e a vi, “tão linda” e ela me viu também;
Pensei:bem ela é muito linda vou puxar assunto: então falei:
- Vai fazer a prova pro primeiro ano ?
E ela respondeu:
- Sim.
Essa foi a nossa única conversa nesse dia, mas a partir dali ela ficará na minha memória para sempre.
Fui pra casa e estava da mesma forma que entrei, sem entusiasmo, mas tinha algo diferente na minha cabeça. Seria Ela?
Bem, o tempo passou, saio o resultado meu irmão me liga:
- Junior ?
- Oi.
- Você passou no concurso cara.
Pocha , me senti bem, e mal, mas triste, e alegre, tudo ao mesmo tempo.
Teve uma reunião no auditório onde teve a prova e lá estávamos todos, os sortudos.
Eu confesso que não lembrava muito bem do rosto dela, pensei: normal, eu só a vi uma vez.
Pois é, na reunião eu a vi novamente e sem assunto imagino o que perguntei?
PASSOU? /z
Rsrsrs’, se ela estava ali é lógico que sim. Ainda bem pensei.Perguntei se tinha sido para o primeiro ano de novo, dessa vez não me recordava da resposta anterior e ela me falou que sim. Quem bom.
Essa foi a nossa segunda conversa.
Pois bem, nos encontramos de novo na inauguração do Colégio, nesse dia tinha a parte esquerda do Colégio reservado, um lado para os pais e o outro para os alunos, sentei na primeira cadeira de uma das filas, a segunda não tinha ninguém mas veio um amigo meu de Lagoa Grande e sentou-se, logo em seguida saio e pediu para mim guardar aquele lugar, blls eu pensei, só tenho ele de conhecido aqui, mas com pouco tempo ela passou ao meu lado, estava procurando um lugar para sentar-se, e me viu, veio ate mim e perguntou se esse lugar ao meu lado estava ocupado, disse que não, oushe linda da forma que ela é, pode se sentar ,
Então ali tivemos mais conversas e brincadeiras que não me lembro bem porque esse meu amigo chegou se acomodou e tirou um anel do dedo dela e, automaticamente a sua atenção de mim(nossa ela estava realmente prestando muita atenção em você, mas tudo bem), fiquei meio estranho, nem eu tava me entendendo , acho que era “ciúmes”...

No primeiro dia de aula nos vimos de novo, só que eu estava com mais afinidade por esse amigo meu que estava conosco, mas ele iria para uma sala e eu para outra, e ela iria para a sala que eu cai, pensei bem ainda em mudar , ir para a sala do meu amigo, (com algumas conversas um pouco recente ele me falou que naquele momento pensou;não, não vai não, acreditei tudo bem) mas achei melhor não por causa DELA.
Então começamos a ficar mais próximos,(pocha to estudando com ela e tal tudo bem) mais não percebi que estava me apaixonando, qualquer sorriso dela já me fazia ver as coisas de outra forma, na forma mais verdadeira.
Um dia fomos treinar ordem unida...
Ahh, não vou falar, cê lembra né amor?
Ta bem, falo mesmo assim, não foi muito importante mais creio que me ajudou bastante, era pra fazer filas, do maior para o menor, e quando fui para a frente dela e ela brincou comigo:
Vai pra onde menino? Oushe.
Respondi: haa, vou pra frente eu sou maior que você, enfim até hoje sou NE!! (rsrsrs)
Ela sorriu.
E o riso dela? Era algo absolutamente dominador. Ninguém tinha a menor chance diante dele, descobrir então um dos seus pontos fracos e ao mesmo tempo, uma das suas armas mais poderosas .
Tinha a certeza de que encontrei aquela pessoa que eu estava procurando pra passar o resto da Vida ao seu lado, e eu que estava gostando dela, de certa forma, me “apaixonando”...
Um dia consegui achar todas as suas redes sociais, o seu MSN, e o número do seu celular, eu quase não consigo e ela ainda mim deu um fora, não queria me dar, falou que eu já tava querendo demais, vish, aquela versão de mulher ingênua que eu tinha dela na minha mente sumiu, talvez pela sua expressão, ou pelo seu tom de voz. Mas sumiu.
Até que em um final de semana fui para Lagoa Grande e ela me ligou, passamos uma boa parte do tempo conversando e, logo após a conversa, fomos para o MSN, foi onde ficamos até umas duas horas da manhã conversando, depois o pai dela perguntou se ela não tinha sono e colocou-a pra dormir. /z
Ela me falou depois que não queria admitir pra si mesma que estava gostando de mim, enquanto eu já estava perdidamente apaixonado...
Um belo dia quando saímos da aula, ficamos conversando no pátio da frente do Colégio,
mas veio um colega nosso e novamente tirou a atenção dela , não foi o mesmo de antes não viu, se fosse eu já tinha feito algo desfavorável com ele .(rsrs)
No momento que ele chegou, ela começou a falar com ele e me deixou de lado, sai chateado.
Quando cheguei em casa, tínhamos contato através do formspring, então eu fiz uma pergunta a ela;(Me lembro como se fosse hoje)
Ta afim de esquecer alguém.?#Eu to.

Rapidinho ela veio falar comigo pelo MSN, mas foi tempo perdido e, através desse tempo perdido ela, de uma certa forma me ganhou para “sempre”, ela me perguntou :
- Você ta afim de esquecer alguém?
Eu falei:
- Não.
Ela:
-Então você mente no forms?
Eu:
- Não, eu minto pra você... (tava chateado).
E estávamos debatendo sobre algo no MSN, ela outro amigo nosso, e eu.
Então eu já ia dormir, e dei boa noite a eles.
Mas deixei umas mensagens em offiline, foi o que fez nos ficarmos até hoje, eu falei:
Eu queria te mostrar um mundo completamente diferente, o meu mundo. Tchau.
Ela respondeu: eu acho que você está enganado em relação a mim .
Então perguntei: o que você realmente sente por mim ?
Ela: eu pensava que não mas, acho que estou realmente apaixonada...
Alívio, fiquei Online novamente!
Perguntei: mas vamos continuar dessa forma ?

Ela: não, você vai fazer o que amanhã .?
Eu:nada.
Ela: vem aqui em casa.?
Eu: vou :D, e até hoje é assim .

1 compartilhamento
Inserida por JuniorV