Fábio Cardoso: O que me dizem de renunciarmos a todos...

O que me dizem de renunciarmos a todos os "antis", ou "ins" que a vida nos impõe a nos limitar a uma visão meramente preconceituosa. Obsoleto, nem muito menos atípico dos desconsideráveis valores criados para monopolizar o pensamento humano e assim, se fazerem pensantes em nosso nome, mas é o que desejam. Enfim, sonham pouco, afinal desejo não repercute persistência, ou melhor, eles não persistem, se preocupam apenas com a repercussão, afinal se realmente estivessem certos de seus conceitos, não seriam tão inseguros de seus atos. E será mesmo que a nós resta aplaudirmos ao espetáculo do que desconhecemos? Ou ao invés disso rebelarmos contra o politicamente correto e sermos a reclusão apaixonada em forma de revolta por o mesmo sistema que nos corrompe muitas vezes? Tantos contrastes de relações inviáveis, tantas inviabilidades de relações que por si se comprometem. Tantos contextos associados e associações que por si não se justificam. E que justificativa melhor para o descaso que o silêncio preconceituoso daqueles que falam com os olhos?

1 compartilhamento
Inserida por fabiocardoso