Dalton Menezes: A vida é a pior das prisões, o amor a...

A vida é a pior das prisões, o amor a pior das rameiras e a covardia o pior dos enfermos. Somos forçados a viver de uma forma preestabelecida pela sociedade, e qualquer ideia que saia desse fluxo nos é temida.

Somos covardes.

Eu sou um covarde.

Quem melhor que eu para saber como devo viver? Mas o medo nos toma e acabamos por viver como está pregado. Somos escravos condenados à morte pelo lamento eterno de uma vida reprimida.

1 compartilhamento
Inserida por kraftwork