Luiza Passarin: Nenhum mundo deve ser tão vasto que...

Nenhum mundo deve ser tão vasto que não possa interceptar o universo particular de outro. Deve existir uma linha que nos faça caminhar em direção a alguma esqui... Frase de Luiza Passarin.

Nenhum mundo deve ser tão vasto que não possa interceptar o universo particular de outro. Deve existir uma linha que nos faça caminhar em direção a alguma esquina, maldita ou bendita, onde nosso astral se cruza, se esbarra, se encontra, se amarra. Nosso encontro deve estar previsto no mapa das reconciliações. Enquanto isso, não deixo de caminhar. Quem sabe meus pés não me guiem pra onde você está…

1 compartilhamento
Inserida por fernandamp123