Vítor Hugo S. Costa: O poeta Era um menino do qual Não...

O poeta Era um menino do qual Não entendia a diferença entre o bem e o mal, Entre a dor e a esperança, Entre o adulto e a criança. Ele um dia viajou E se apaixo... Frase de Vítor Hugo S. Costa.

O poeta

Era um menino do qual
Não entendia a diferença entre o bem e o mal,
Entre a dor e a esperança,
Entre o adulto e a criança.
Ele um dia viajou
E se apaixonou.
Seu primeiro namoro foi curto.
Ele chorou por aquilo não ser justo.
Quando se despediu do seu primeiro amor,
Ele sentiu tanta dor
Que suas lágrimas levaram a calma
Lavando sua alma.
Foi quando a esperança perdeu
E por uma menina sofreu.
Percebeu o quanto era complicado
E não quis mais ser amado.
O tempo passou
E ele não mais se apaixonou.
Até você aparecer,
A primeira ferida parou de doer,
E ele conseguiu amar mais uma vez,
Se ela vai te dizer? Talvez.
O medo ajudou a levantar
Uma barreira que só ele pode quebrar.

1 compartilhamento
Inserida por vitorap