Amanda Sanches: Tenho mil defeitos e, poderia...

Tenho mil defeitos e, poderia enumerá-los todos aqui. Sou um pouco egoísta; sempre me coloco em primeiro lugar, pra depois pensar em você e em todo o resto. Já quis muito cuidar das pessoas, mas ninguém quis cuidar de mim. Há quem me critique, mas hoje o meu amor próprio fala mais alto. Ás vezes sou grossa e estúpida, mas só com quem faz por merecer. Não sei ouvir coisas erradas e abaixar a cabeça, falo um monte também, penso mais ainda. Sei lá, não tenho paciência para especulações, pra perguntas cretinas, pra gente indiscreta e falsa. Acabo sendo grossa e ganhando o ódio eterno das pessoas. Sou preguiçosa, admito; tenho vontade de ficar na cama o dia todo, acordar, comer e dormir. Esse negócio de trabalhar não é pra mim; mas infelizmente eu não nasci rica, e se eu quiser ter o que comer e vestir, tenho que dar meus pulos, tenho que acordar cedo e ir trabalhar. Sou impaciente, ansiosa; não me peça pra esperar nada, quero tudo no meu tempo. Sou um pouco manhosa, talvez mimada e, odeio quando me dizem 'não'. Sou dramática, bastante chorona; choro assistindo novela, filme, lendo livre, choro as dores dos outros, choro por tudo e por todos. Sou meia paranoica, um pouco insegura, e quem sabe até um pouco psicopata; quando uma situação tá começando a ficar muito boa, começo à esperar pelo pior. Vivo com um pé atrás com todo mundo. Sou impulsiva, falo e faço coisas sem pensar, as vezes me arrependo, as vezes não. Sou feita de sentimentos, quase todos à flor da pele. Sou cheia de erros, de falhas, mas acima de tudo, sou cheia de amor. E não me condeno e nem me julgo por ser assim, me aceito e me amo como sou, por isso não mudo por ninguém; se você não gosta de mim, a porta está aberta, pode sair; mas se você escolher ficar, eu lhe garanto boa companhia.

1 compartilhamento
Inserida por amandasanchees