Elisa Masselli: Quando minhas filhas eram pequenas,...

Quando minhas filhas eram pequenas, entraram para um grupo de escoteiros. Teve um acampamento com a COE, um grupo especial de resgates da policia do estado de São Paulo. Eles iam ensinar sobrevivência na mata para as crianças e seus pais. Durante o dia, fizemos caminhadas, aprendemos quais as frutas silvestres que se pode comer. Aprendemos que se, ficarmos perdidos, precisamos parar e ficar esperando até que a ajuda chegue .À noite fomos levados para o meio da mata. Estava muito escuro, tento que precisamos caminhar dando as mãos, pois não se enxergava nada. Chegamos a uma clareira e o tendente falou para que não ficássemos assustados, pois aos poucos, nossos olhos iam se acostumar com a escuridão e logo conseguiríamos ver os galhos das árvores, até que pudéssemos ver a árvore inteira. Para nossa surpresa isso realmente aconteceu e logo pudemos ver todas as árvores. Ficamos encantados. Faz muito tempo que isso aconteceu, e a vida fez com que eu me esquecesse desse fato. Hoje ao me lembrar, pensei: Se nos sentirmos perturbados por alguma coisa, se acharmos que estamos perdidos no meio da escuridão e não enxergarmos o fim do túnel. se pensarmos em Deus e em nossos amigos espirituais, aos poucos vamos ver a luz chegando até nós.

1 compartilhamento
Inserida por LuPAComunicacao