Marina Goper: Em determinados momentos parei para...

Em determinados momentos parei para pensar sobre sentimentos, carinho, cumplicidade, harmonia, e o mais sublime e conhecido: o amor

A profundidade como eles dominavam minh'alma e meus pensamentos, por alguns instantes percebi que os sentia muito a flor da pele ao ponto de não saber mais se seria era positivo ou negativo durante o decorrer da vida.
As formas como vi, como senti, como demonstrei nem sempre foram reconhecidas, ora eram mal interpretadas, ora passavam despercebidas, ora passavam como mais
intensas do que realmente acontecia.

E como as pequenas e sutís gotas d'agua numa rosa, encherguei tão profundamente o amor. Encarei meus medos, superei minhas fraquezas, desmontei meu orgulho,
de um modo torto enfrentei o perigo de conhecer novas formas de amar.
Me prendi e mergulhei intensamente no essencial que me acolhia, nos gestos singelos, nos abraços apertados e nos sorrisos cativantes.

Descobri que mais importante que amar, é tocar, aproximar, olhar e conhecer. Porque embora o coração aperte e acelere, nada se compara a sentir a pele formigar,
ao suor se aquecer e num simples olhar reconhecer todas as necessidades do outro.
Amar é querer o bem, o melhor, a alegria, a felicidade independente de todo resto, é renunciar até da propria presença se for para o melhor do outro.


[M.Goper]

1 compartilhamento
Inserida por butterfly7