Lu Marinho: Sinto-me um fantoche nas garras desse...

Sinto-me um fantoche nas garras desse amor leviano que me come e me cospe, que me quer, mas, não quer muito, que me solta e me prende, me provoca e se arrepende... Frase de Lu Marinho.

Sinto-me um fantoche nas garras desse amor leviano que me come e me cospe, que me quer, mas, não quer muito, que me solta e me prende, me provoca e se arrepende... Um amor feito de lua, feito de fases, tão longo feito os textos de jornal policial, tão curto como uma frase de efeito moral, tão insano e maluco quanto lindo e benigno, meu mistério, meu inferno em pleno paraíso...

2 compartilhamentos
Inserida por LUCIENEMARINHO